Desporto Sucessor do Estrela da Amadora espera continuar a usar o estádio da Reboleira

Sucessor do Estrela da Amadora espera continuar a usar o estádio da Reboleira

O clube, que surgiu após a extinção do Estrela da Amadora, clarificou que "utiliza o Estádio José Gomes mediante um contrato de cedência de utilização celebrado com a massa insolvente do Clube de Futebol Estrela da Amadora (CFEA)".
Sucessor do Estrela da Amadora espera continuar a usar o estádio da Reboleira
Ricardo Pereira
Lusa 06 de agosto de 2019 às 15:16
O CD Estrela, 'herdeiro' do antigo Estrela da Amadora, disse hoje esperar que o Estádio José Gomes continue ao serviço da população da cidade dos arredores de Lisboa, depois de ter sido colocado à venda pelos credores.

"Conscientes da importância do Estrela para a Amadora e do Estádio José Gomes como recinto desportivo de excelência numa cidade tão carente deste tipo de infraestruturas, consideramos que o mesmo deve manter-se para o fim que foi criado -- um espaço que centenas de jovens elegem para praticar Desporto", lê-se num comunicado do CD Estrela na sua página na rede social Facebook.

O clube, que surgiu após a extinção do Estrela da Amadora, clarificou que "utiliza o Estádio José Gomes mediante um contrato de cedência de utilização celebrado com a massa insolvente do Clube de Futebol Estrela da Amadora (CFEA)".


"O referido contrato encontra-se em vigor, tendo-se renovado, pelo que a época desportiva que está prestes a começar está salvaguardada", revelou.

De acordo com o CD Estrela, "o Estádio José Gomes faz parte do acervo de bens que constitui a massa insolvente do CFEA e que, por consequência da insolvência daquele, faz parte do património que agora foi colocado à venda".

"A entidade unicamente responsável pela referida venda é o administrador de insolvência da massa insolvente CFEA", afirma o clube.

Para a direção do novo emblema, "a refundação do Estrela da Amadora sempre foi um processo difícil, com inúmeras vicissitudes, das quais o estádio é a mais complicada de todas", concluindo que o recinto "é a casa do Estrela e a existência de ambas as realidades é indissociável uma da outra".

O Negócios noticiou esta terça-feira que o "velhino" estádio da Reboleira foi colocado à venda por 6 milhões de euros.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI