Desporto Uns ténis da Nike abriram-se ao meio e penalizaram a empresa em bolsa

Uns ténis da Nike abriram-se ao meio e penalizaram a empresa em bolsa

A norte-americana Nike teve ontem um dia complicado, depois de os ténis da marca usados pela estrela do basquetebol Zion Williamson se terem aberto ao meio durante um jogo. Hoje caiu em bolsa e piadas não faltam.
Uns ténis da Nike abriram-se ao meio e penalizaram a empresa em bolsa
Reuters
Carla Pedro 21 de fevereiro de 2019 às 22:11

A marca desportiva norte-americana Nike fechou a cair 1,06% para 83,95 dólares na sessão desta quinta-feira em Wall Street, depois de os ténis Nike usados pela estrela do basquetebol Zion Williamson se terem aberto ao meio ontem durante um jogo. 



O basquetebolista da Duke University lesionou-se, mas sem gravidade. Se assim não fosse, a Nike não estaria só perante um grande embaraço, sublinha a Bloomberg. É que a empresa poderia ver-lhe ser intentado um processo em tribunal.

À conta deste incidente, a empresa tem sido alvo de críticas e também de piadas, com as palavras "Zion" e "Nike" a serem hoje os tópicos mais procurados na rede social Twitter.





O jogo dos Blue Devils, equipa de Zion Williamson, contra a Carolina do Norte tinha começado há 36 segundos quando o incidente se deu. 

Tudo aconteceu quando Williamson pisou o pé para mudar de direcção. Os seus ténis, uns Nike PG 2.5 PE, abriram-se ao meio no pé esquerdo, fazendo com que caísse. 

A empresa emitiu um comunicado, citado pela Bloomberg, onde deseja as melhoras rápidas de Zion Williamson e diz estar a trabalhar no sentido de identificar o que terá acontecido - que frisa ser uma "ocorrência isolada".

Mas há já quem tenha vindo desmentir que se trate de um caso isolado, tendo sido apresentados no Twitter outros exemplos.



A perda em bolsa da Nike, nesta quinta-feira, ascendeu a 1,12 mil milhões de dólares, ao passo que rivais como a Puma e Adidas ganharam terreno.


(notícia atualizada às 23:12)




Marketing Automation certified by E-GOI