Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

MasterCard e Visa disputam Mundial 2010

Estalou a «guerra» entre a Visa e a MasterCard. Em causa está um contrato de 158 milhões de euros que a Visa firmou com a FIFA para se tornar a patrocinadora oficial dos torneios internacionais de futebol.

Paulo Moutinho 20 de Junho de 2006 às 12:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Estalou a «guerra» entre a Visa e a MasterCard. Em causa está um contrato de 158 milhões de euros que a Visa firmou com a Fédération Internationale de Football Association (FIFA) para se tornar a patrocinadora oficial dos torneios internacionais de futebol a partir do próximo ano, um estatuto que pertence à MasterCard desde 1990.

Este acordo entre a Visa e a FIFA levou a norte-americana MasterCard a avançar com uma acção judicial para poder manter os seus direitos.

A MasterCard afirma na acção interposta contra a FIFA, no passado dia 20 de Abril no tribunal de primeira instância de Manhattan, que, em Março deste ano, após 10 meses de conversações, firmou um acordo para prorrogar seu patrocínio referente ao Campeonato do Mundo de Futebol, pensando que a única coisa que faltava para o concretizar era uma conferência de imprensa a anunciar o negócio.

No entanto, a FIFA acabou por assinar um novo acordo com a Visa, para que a empresa se torne na única instituição de serviços financeiros patrocinadora das competições internacionais pelo período de oito anos que terá início em 2007. A Visa pagará entre 118 milhões a 158 milhões de euros pelo contrato de exclusividade, segundo um responsável da FIFA citado pela Bloomberg, que não se quis identificar devido ao processo que está a decorrer.

Christopher Rodrigues, presidente executivo da Visa afirma que a empresa acredita que apresentou «uma oferta justa e honesta» e que terá »obtido o contrato de forma justa e honesta».

A MasterCard não partilha da mesma opinião e diz que deveria ter recebido uma proposta para ter o direito de prorrogar o seu contrato de patrocínio. A empresa financeira que tem estado presente nos últimos cinco campeonatos do mundo quer agora que a FIFA rescinda o acordo firmado com a Visa.

A FIFA rejeita o pedido e diz estar confiante na vitória do processo.

Ver comentários
Outras Notícias