Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

12º Aniversário do Negócios: 5 conquistas e 10 mudanças

Fazemos 12 anos como diário em suporte físico neste dia 8 de Maio de 2015. Um tempo de balanço desta última mais de uma década, na economia, nas empresas e nos mercados. E um tempo para partilharmos consigo as conquistas e mudanças no Negócios.

Negócios 08 de Maio de 2015 às 20:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

5 CONQUISTAS

 

Fazemos 12 anos como diário em suporte físico neste dia 8 de Maio de 2015. Um tempo de balanço desta última mais de uma década, na economia, nas empresas e nos mercados. E um tempo para partilharmos consigo as conquistas e mudanças no Negócios. 

 

1 - Líder de audiências na informação económica

Pela primeira vez na sua história, o Negócios conquistou em 2014 a liderança nas audiências. É a marca de informação económica mais reconhecida, na primeira e segunda vagas da Marktest de 2014.  Na segunda vaga (Setembro/Dezembro de 2014) a audiência média foi de 2,6% face aos 2,3% do Diário Económico.

 

2 - Ainda mais à frente no digital

O Negócios nasceu na web a 23 de Novembro de 1997. Estreia-se no suporte físico primeiro como semanário em 1998 e como diário, a data que agora comemoramos, a 8 de Maio de 2003. A sua liderança na informação digital tem-se reforçado. Em 2014, com mais de 5 milhões de visitas por mês, ficou ainda mais distante da concorrência.

 

3 - Assinaturas digitais em alta

No suporte digital o Negócios oferece aos seus leitores informação gratuita e informação apenas acessível a assinantes. Durante o último ano as assinaturas digitais aumentaram, passando de cerca de 2.300 no início de Janeiro de 2014 para 3.100 no fim do ano.

 

4 - O Negócios em prémios

Todos os anos o Negócios é premiado. E 2014 cumpriu a regra geral. Recebeu o prémio "Título de Informação Económica" da Meios e Publicidade, o que aconteceu pelo terceiro ano consecutivo. E recebeu o galardão de "Melhor site de Media Especializada" da ACEPI. 

 

5 - O reconhecimento da nossa equipa

Um trabalho reconhecido. Paulo Moutinho, editor de Mercados, recebeu o prémio Euronext relativo a 2013 e Raquel Godinho arrecadou o mesmo galardão este ano com o trabalho realizado em 2014. Miguel Prado, à data jornalista do Negócios venceu o prémio Imprensa Escrita 2014 da Associação Portuguesa da Energia. Maria João Babo, Maria João Gago, Celso Filipe e o ex-director do Negócios Pedro Santos Guerreiro receberam o prémio Santander relativo a 2013.

 

 

10 MUDANÇAS

 

Todos os dias a equipa do Negócios concentra-se na informação que o leitor precisa. Na era pós-digital, durante este último ano reorganizámos o suporte físico para se ajustar a uma conjuntura em que o excesso de informação pede que se pare o tempo no clássico jornal. Lançámos novas subsecções com informação útil para empresários, reforçámos iniciativas, integrámos produtos que eram apenas físicos no mundo digital, reforçámos o vídeo, merecendo especial relevo o "Negócios num minuto". Eis uma síntese em dez pontos.

 

1 - Negócios só há um, digital e físico

Vivemos na era pós-digital em que já compreendemos o que queremos do mundo físico e da rede. Negócios só há um. O que existe são diversas formas de servirmos os leitores. O jornal em papel que organiza a informação do dia e tem as análises e histórias exclusivas, a web e as aplicações onde se pode ver tudo o que está no papel e muito mais,  no modelo "Freemium" seguido pelo Negócios.

 

2 - As imagens que valem por mil palavras

Infografias e fotogalerias são outras das grandes apostas do Negócios. Porque sabemos que os nossos leitores preferem muitas vezes captar a realidade num gráfico, a infografia é uma das áreas que pode encontrar em crescimento em negocios.pt mas também no suporte físico. Tal como as fotogalerias que nos vão contando as notícias com imagens.

 

3 - Adaptar o jornal físico à nova era digital

No início de 2014, o suporte físico foi reformulado editorialmente com o traço gráfico de Henrique Cayatte. O que os leitores hoje lêem é um jornal pensado para a era pós-digital de excesso de informação. No suporte físico, o Negócios tem o que de mais importante se passou em Portugal e no mundo no último dia, mais os seus exclusivos e análises. Num corte no tempo que a web não faz.

 

4 - Novas apps com "fato por medida"

Foi a nossa oferta do Natal de 2014 aos nossos leitores. Para "smartphone" e "tablet" construímos novas aplicações adaptadas a cada um dos suportes. No telemóvel pode ver com rapidez as notícias que vão acontecendo em tempo real. No "tablet" pode fazer também uma leitura mais lenta, guardar para ler mais tarde ou como favorito ou ainda ver o que de mais importante se passou numa semana.

 

5 - Novas subsecções para empresários

Utilidade é uma das palavras-chave. Com atenção à conjuntura que dita a procura. Depois de ser a marca que dá aos leitores informação útil de finanças pessoais e de políticas públicas, das rendas aos impostos, este é um tempo de novos negócios e empreendedores. Por isso, lançámos três subsecções, Gestão e Gestores, Ideias e Negócios, Produtividade e Inovação, a pensar nos empresários.

 

6 - Lançamento do Negócios Iniciativas

Porque a realidade também é aquilo que fica atrás da notícia, reforçámos as Iniciativas do Negócios com conferências, observatórios e prémios para boas práticas que se juntam a encontros como a Redacção Aberta. Em parceria ou sozinhos. No papel pode ler-se quando acontece, no site está lá para sempre para se revisitar em qualquer altura.

 

7 - Mais vídeos, o Negócios num minuto

Todos os dias há um tema que é analisado nos seus "comos" e "porquês" pelo jornalista que é especializado na área. Num minuto, a notícia é descrita e avaliada nos seus efeitos com a objectividade que se exige a quem reporta. A oferta de vídeos é ainda complementada com reportagens com a assinatura Negócios e um acordo com a Bloomberg.

 

8 - Criação do Negócios em Rede, no digital

Levar para o digital o que pode ser ali integrado e vivido. É assim que nasce o Negócios em Rede, uma plataforma de comunicação das empresas e marcas que acreditam na força e nos valores do Negócios. Neste espaço, as empresas e as marcas podem comunicar directamente usando a audiência do Negócios, que em 2014 assumiu a liderança no segmento da informação económica.

 

9 - Negócios é Portugal e são dados

O país está a mudar, ouvimos muitos dizerem-no. Grandes empresas como a PT e o BES colapsaram. Razão para iniciar o projecto "Negócios é Portugal". Todos os meses fazemos o retrato empresarial de um concelho com reportagens das empresas que reflectem essa mudança. E lançámos as bases do jornalismo de dados, dando aos assinantes a fotografia do concelho em números.

 

10 - Mais mudanças durante 2015

Estar sempre atento ao que é notícia é também estar sempre concentrado no que os leitores precisam. A missão do Negócios é dar aos leitores informação rigorosa e de qualidade fazendo-a chegar aos leitores na hora, na organização, na edição, na forma e no suporte que desejarem. As surpresas para 2015, como as do passado, seguem esse princípio. Estamos atentos.  

Ver comentários
Saber mais Aniversário Negócios
Outras Notícias