Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ex-Executivos da Porsche absolvidos em caso de manipulação de mercado

O ex-CEO da Porsche Wendelin Wiedeking, e o ex-CFO Holger Haerter foram absolvidos das acusações de manipulação das acções da Volkswagen, num caso que remonta a 2008.

Inês F. Alves inesalves@negocios.pt 18 de Março de 2016 às 11:20
  • Partilhar artigo
  • ...

O julgamento começou em Outubro do ano passado. Wendelin Wiedeking Holger Haerter eram acusados de manipular o mercado no âmbito de uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) ao grupo Volkswagen em 2008, uma operação que acabou por falhar.

"Não há nada [de relevante] nas alegações, absolutamente nada", disse o juiz Frank Maurer quando anunciou o veredicto. "Não havia nenhum plano secreto para adquirir a Volkswagen".

Explica a Bloomberg que o caso se centra das declarações da Porsche sobre a Volkswagen em 2008, ano em que a empresa negou por cinco vezes qualquer intenção de assumir o controlo da empresa. Quando reverteu o curso, a 26 de Outubro e divulgou que detinha 74,15 da Volkswagen, parte através de opções, os investidores viram-se obrigados recuperar as acções que haviam emprestado (short selling) para cobrir as suas posições.

A reacção do mercado levou as acções da empresa a valorizar mais de mil euros num espaço de dias, tornando-a nesse período a empresa mais valiosa do mundo.

A Porsche acabaria por abandonar a intenção de adquirir a Volkswagen depois de enfrentar problemas de financiamento provocados pela crise financeira. O impacto na produtora de carros desportivos de luxo foi tal, que a marca acabou por ser salvo de um resgate por parte da Volkswagen mais tarde, recorda a Bloomberg.

Os procuradores pediam por uma pena de 30 meses para Wiedeking e de 27 meses para Haerter, assim como coimas de 1 milhão de euros para cada um. A acrescer a isto estava ainda uma multa de 807 milhões de euros à Porsche.

A marca ainda é alvo de processos civis no valor de 5 mil milhões de euros, escreve a Bloomberg.
 
A absolvição dos executivos é um duro golpe para os procuradores e para os queixosos destes processos, cuja expectativa era de que a decisão do tribunal evidenciasse provas que pudessem impulsionar os casos em curso.

Ver comentários
Saber mais Wendelin Wiedeking Holger Haerter Oferta Pública de Aquisição grupo Volkswagen Porsche Wendelin Wiedeking Holger Haerter
Outras Notícias