Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A crise financeira e o Titanic

A analogia mereceu palmas dos assistentes. Rogério Carapuça, presidente da Novabase, deu quatro razões para o choque do Titanic com o iceberg, que pode ser transposta para a realidade actual.

Alexandra Machado amachado@negocios.pt 29 de Maio de 2009 às 15:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A analogia mereceu palmas dos assistentes. Rogério Carapuça, presidente da Novabase, deu quatro razões para o choque do Titanic com o iceberg, que pode ser transposta para a realidade actual.

E disse: O Titanic bateu no iceberg porque tinha a tecnologia errada, ou nenhuma na altura, o comandante distraiu-se, tinha os incentivos inadequados (foi obrigado a chegar ao destino, Nova Iorque, 20 minutos antes do que estava inicialmente previsto) e como apenas 10% dos icebergs estão à vista tinha um grande perigo escondido.

Rogério Carapuça falava numa conferência, intitulada “Building Business Value With Technology”, organizada pela Novabase, por ocasião das comemorações do 20º aniversário, e pelo “Diário económico”.

O orador principal da conferência foi Ram Charan, que veio a Portugal pela segunda vez este ano para falar da importância da tecnologia nas empresas. E garantiu: tecnologias é um investimentos e não um custo.

Ver comentários
Outras Notícias