Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Águas de Portugal investe 830 milhões até 2014 em energias renováveis

O grupo Águas de Portugal tem previsto entre 2009 e 2014 um investimento total de 830 milhões de euros no domínio das energias renováveis, sendo que a estratégia, hoje apresentada, aponta para projectos de valorização energética de resíduos, centrais de biogás, hídricas e eólicas.

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 04 de Junho de 2009 às 17:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O grupo Águas de Portugal tem previsto entre 2009 e 2014 um investimento total de 830 milhões de euros no domínio das energias renováveis, sendo que a estratégia, hoje apresentada, aponta para projectos de valorização energética de resíduos, centrais de biogás, hídricas e eólicas.

A estratégia da Águas de Portugal passará por algumas parceria com o sector privado, tendo já sido concretizados acordos com a EDP, Galp, Verde Oculto (Semapa), Miese e Dreen/Solfocus. O plano foi apresentado em Lisboa, com a presença do ministro do Ambiente, Francisco Nunes Correia.

A construção de centrais de valorização energética, o reforço do investimento no aproveitamento de biogás, a instalação de mini e micro-hídricas nas captações e condutas de água e em sistemas de drenagem de águas residuais e a construção de duas centrais de valorização de biomassa florestal são alguns dos projectos da Águas de Portugal.

A energia solar fotovoltaica, a produção de energia através da recuperação do calor desperdiçado em processos de combustão e o eventual aproveitamento de terrenos das empresas do grupo para instalação de torres eólicas são outros objectivos que a Águas de Portugal tem no seu plano para as renováveis.

Actualmente a Águas de Portugal já tem vários aproveitamentos energéticos que somam uma potência instalada de 68 megawatts (MW), a qual permite produzir 411 gigawatts/hora por ano de energia “limpa”.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias