Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

ACAP prevê queda de 10% nas vendas de automóveis e pede linha de crédito ao Governo

Associação do sector só antecipa recuperação no mercado em 2014, ano em que deverão ser vendidos em Portugal 90 mil automóveis. As estimativas apontam para que tenham fechado 2.700 empresas e eliminados 23 mil empregos no sector.

Avis Portugal teve "os melhores resultados dos últimos dez anos"
João Carlos Malta joaomalta@negocios.pt 05 de Fevereiro de 2013 às 12:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Associação Automóvel de Portugal (ACAP) perspectiva uma nova quebra nas vendas de automóveis em Portugal este ano, que se segue à forte quebra registada em 2012.


De acordo com as previsões hoje apresentadas pela ACAP em conferência de imprensa, este ano deverão ser vendidos em Portugal um total de 86 mil automóveis, o que representa um decréscimo de 9,7% face a 2012.

 

Para 2014 ACAP prevê uma subida de 4,7%, para um total de 90 mil carros vendidos. Estes números revelam um amortecimento da queda do sector, mas ainda assim, com a subida prevista para 2014, os valores ficarão abaixo da marca atingida no ano passado, em que o mercado caiu 40% para 95.300 carros vendidos.

 

O volume de vendas em 2012 foi o mais baixo em 27 anos. Já em Janeiro deste ano o mercado apresentou uma ligeira recuperação, mas suficiente para pôr fim a uma série de 24 meses consecutivos de declínio nas vendas de um dos sectores mais fustigados pela crise em Portugal. As vendas de automóveis ligeiros de passageiros aumentaram 0,7% em Janeiro de 2013, para 7.007 unidades.

 

Linha de crédito

 

Os responsáveis da ACAP, na mesma conferência, revelaram que foi pedida ao Governo uma linha de crédito de 200 milhões de euros para as empresas do sector. Esta linha seria criada no âmbito da PME Crescimento, para as unidades de comércio e recuperação.

 

Na opinião de José Ramos, presidente da ACAP, este instrumento ajudará a suster a queda de emprego e de falências no sector.

 

A ACAP estima que no ano passado tenham fechado 2.700 empresas e tenham sido despedidos 23 mil trabalhadores no sector automóvel.

 

(notícia actualziada às 13h25 com mais informação)

Ver comentários
Saber mais ACAP carros automóveis
Outras Notícias