Energia Accionistas americanos da EDP Renováveis contestam preço da OPA

Accionistas americanos da EDP Renováveis contestam preço da OPA

A MFS Investments, que representa 4% do capital da EDP Renováveis, enviou uma carta à equipa liderada por António Mexia a apelar a uma revisão em alta da OPA, segundo o Público.
Accionistas americanos da EDP Renováveis contestam preço da OPA
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 25 de abril de 2017 às 08:58

A gestora de activos norte-americana MFS Investments, que representa accionistas com 35 milhões de títulos da EDP Renováveis, cerca de 4% do capital e direitos de votos, enviou uma carta à administração da EDP a contestar os valores propostos na oferta pública de aquisição (OPA) à Renováveis, conta o Público na edição desta terça-feira, 25 de Abril.

Na carta, enviada à empresa liderada por António Mexia no final da semana passada, que já referiu por diversas vezes que considera o valor justo, a gestora refere que a oferta de 6,80 euros "não é justa para os accionistas minoritários" e sublinha que acredita que pode ser "materialmente mais elevada".

Por estas razões, apela à energética que reveja em alta o preço da oferta lançada pelos 22,5% da Renováveis que a EDP ainda não controla.

A MFS Investments relembra ainda que a Renováveis entrou em bolsa (em 2008) a valer 8 euros. E o apelo à revisão do preço da OPA também está ligado ao facto de a gestora acreditar "que a cotação tem ainda de recuperar de alguma incerteza relativa à política de renováveis norte-americanas".

Na mesma missiva, assinada por Maura Shaghnessy e Claud Davis, a gestora norte-americana aponta que o valor justo deveria ser calculado com base no valor dos activos e da geração de cash-flow.

Segundo as contas da MFS, citadas pelo mesmo jornal, desde 2014 que as vendas da Renováveis têm alcançado uma média de 1,5 milhões de euros por megawatt instalado (MW). E relembra que os 6,80 euros propostos" implicam uma avaliação de 1,08 milhões de euros por MW".

A gestora alerta ainda que espera que Manso neto, CEO da Renováveis e administrador da EDP, cumpra "os mais altos standards de governance" em casos de eventuais conflitos de interesse.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI