Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Accionistas da SLN só venderiam grupo a 1,16 euros por acção

O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, disse hoje que Miguel Cadilhe se recusou levar aos accionistas da SLN a proposta de venda do BPN à Caixa, tendo Cadilhe referido que só tinha uma proposta dos accionistas para que Estado comprasse todo o grupo SLN a 1,16 euros por acção.

Alexandra Machado amachado@negocios.pt 18 de Junho de 2009 às 01:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, disse hoje que Miguel Cadilhe se recusou levar aos accionistas da SLN a proposta de venda do BPN à Caixa, tendo Cadilhe referido que só tinha uma proposta dos accionistas para que Estado comprasse todo o grupo SLN a 1,16 euros por acção.

De acordo com Teixeira dos Santos, a 23 de Outubro a Caixa propôs-se adquirir o BPN pelo valor de mercado, proposta para a qual não obteve resposta.

No dia 30 de Outubro, Cadilhe terá, em carta, respondido que estava à espera da resposta do Governo para a sua proposta de capitalização, transmitindo que "nos contactos estabelecidos com os accionistas estes só venderiam o grupo SLN a 1,16 euros por acção e ficaria a cargo do Estado as duas tranches do aumento de capital que faltavam realizar, de 200 milhões de euros".

Teixeira dos Santos reafirmou que a administração de Miguel Cadilhe se recusou vender o BPN à Caixa, insistindo no seu plano. Houve, disse o governante, falta de vontade de querer discutir a proposta.

Ver comentários
Outras Notícias