Turismo & Lazer Açoriana Slicedays ganha Convento de Santa Clara à Visabeira

Açoriana Slicedays ganha Convento de Santa Clara à Visabeira

O grupo açoriano Slicedays, proprietário de três unidades hoteleiras nos Açores e na Madeira, ganhou a concessão por 50 anos do Convento de Santa Clara, em Vila do Conde, que vai converter num hotel de cinco estrelas.
Açoriana Slicedays ganha Convento de Santa Clara à Visabeira
O convento de Santa Clara, que tem uma localização estratégica em Vila do Conde, vai converter-se num hotel de cinco estrelas com 90 quartos.
Turismo de Portugal
Rui Neves 27 de novembro de 2018 às 19:14

O concurso para a concessão por 50 anos do Convento de Santa Clara, no âmbito do programa Revive, foi adjudicado ao agrupamento Slicedays, anunciou a Secretaria de Estado do Turismo, esta terça-feira, 27 de Novembro, em comunicado.

 

A açoriana Slicedays, proprietário de três unidades hoteleiras nos Açores e na Madeira, ganhou este concurso em disputa com a Empreendimentos Turísticos Montebelo, do grupo Visabeira.

 

A Slicedays propunha-se pagar uma renda anual de 51 mil euros, enquanto a Visabeira oferecia apenas 25 mil, sendo que a açoriana, segundo fonte próxima do processo, garantia avançar com a exploração mais cedo do que a sua concorrente.

 

O projecto vencedor prevê um investimento superior a oito milhões de euros na construção de um hotel de charme de cinco estrelas com estrelas e com 90 quartos.

 

Com abertura prevista para 2021, o novo hotel, que vai dispor de restaurante e spa, promete criar meia centena de postos de trabalho.

 

Segundo o Governo, parte do edifício passará a estar acessível à fruição pública, através de um centro interpretativo com acesso independente e gestão directa do município de Vila do Conde, com o objectivo de preservar a memória do convento.

 

Com uma localização privilegiada em Vila do Conde, com vista para o rio Ave e para o mar, o Convento de Santa Clara, que se encontra fechado desde 2007, comemora 700 anos da sua construção.

 

Manteve funções religiosas até 1893. Na posse do Estado desde 1834, funcionou vários anos como reformatório.

 

O Revive é um programa conjunto dos Ministérios da Economia, Cultura e Finanças, que pretende valorizar e recuperar o património sem uso, reforçar a atractividade dos destinos regionais e o desenvolvimento de várias regiões do país.

 

Até ao momento foram lançados 10 concursos ao abrigo do Programa Revive, estando à data abertos os concursos para a concessão da Casa de Marrocos, em Idanha-a-Velha, o Mosteiro de Santo António dos Capuchos, em Leiria, e o Mosteiro de Arouca.

 

"Em breve" serão lançados os concursos de concessão do Convento de São Francisco (Portalegre), do Quartel do Carmo (Horta, Açores) e do Convento do Carmo (Moura), avança a Secretaria de Estado do Turismo.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI