Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Administração da Petrobras trava entrada na Galp até às eleições no Brasil

O conselho de administração da Petrobras travou a compra de uma participação no capital da Galp Energia até às eleições no Brasil. A notícia é avançada pelo i e confirmada pelo Negócios.

Celso Filipe cfilipe@negocios.pt 22 de Julho de 2010 às 08:14
A transacção foi bloqueada na reunião do conselho de administração da petrolífera brasileira, que se terá realizado no final da semana passada, noticia o i.

Segundo confirmou o Negócios, a decisão foi já anunciada pela Petrobras aos italianos da Eni. Perante esta decisão da Petrobras, a Eni informou a administração da Galp que já não está disponível para vender os 33% que controla na empresa portuguesa.

A decisão dos brasileiros contraria os planos do Governo, de Américo Amorim, que patrocinou esta solução da entrada da Petrobras, bem como da Sonangol, que fica mais difícil passar a ser accionista directo da Galp.

O negócio estava já em conversas avançadas entre a empresa brasileira e a Eni e do lado português havia a expectativa que o acordo se pudesse realizar ainda este Verão, aproveitando o enorme aumento de capital da Petrobrás, superior a 20 mil milhões de euros, que ajudaria a financiar a compra de cerca de 25% da Galp.

Contactada pelo i, fonte próxima da Petrobrás nega contudo que o negócio tenha morrido. Mas confirma que a empresa brasileira decidiu na semana passada congelar o processo de compra da posição na Galp, à espera das eleições gerais no Brasil.

O país escolhe um novo presidente a 3 de Outubro, estando prevista uma segunda volta para o final do mês.


Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio