Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Administradores da Escom constituídos arguidos no caso dos submarinos

O presidente da Escom, Helder Bataglia, e dois administradores da empresa foram constituídos arguidos no caso da compra dos dois submarinos. Em causa está corrupção activa, tráfico de influências e branqueamento de capitais, noticia esta quarta-feira o jornal “i”.

Negócios 21 de Agosto de 2013 às 08:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 34
  • ...

Helder Bataglia, Luís Horta e Costa e Pedro Ferreira Neto terão sido constituídos arguidos há três semanas, acusados de corrupção activa, tráfico de influências e branqueamento de capitais no âmbito do inquérito da compra, por parte do Estado português, de dois submarinos aos alemães da German Submarine Consortium.

 

A investigação, em torno da Escom, estará relacionada com os honorários cobrados pela empresa, que era do grupo Espírito Santo, tendo sido vendida a participação do GES em 2011 à Sonangol. Os honorários apresentados rondam os 30 milhões de euros.

 

Em causa está a tentativa de apurar se houve pagamentos de comissões ilegais e financiamentos partidários à margem da lei.

Ver comentários
Saber mais Escom BES Helder Bataglia caso dos submarinos Luís Horta e Costa Pedro Ferreira Neto
Mais lidas
Outras Notícias