Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Adolfo Mesquita Nunes: Orçamento do Estado “não exige ao sector do turismo esforços adicionais”

O secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, admitiu que este é um “momento particular e difícil” e que o Orçamento do Estado apresentado para 2014, “é duro e exigente”, mas “não exige ao sector do turismo esforços adicionais”.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 21 de Outubro de 2013 às 11:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

“O orçamento não exige ao sector do turismo esforços adicionais, ou superiores face ao ano passado, seja pelo incremento fiscal, ou por outros cortes”, sublinhou Adolfo Mesquita Nunes, durante a abertura do congresso da Associação da Hotelaria de Portugal, que decorre no Algarve.

 

Adolfo Mesquita Nunes reconheceu que este não é um orçamento para aplausos e admitiu que “gostaria de ter um orçamento diferente”, não ignorando a manutenção do IVA nos 23% para a restauração, mas este “é o tempo para acatar”.

 

Quanto ao impacto do IVA da restauração na hotelaria, o governante afastou a teoria que no final do dia a média fosse de 14% para os hotéis que têm actualmente uma taxa de IVA de 6%.

 

“Não acho que impacto seja esse, não propus nem ponderei a uniformização das duas taxas”, acrescentou.

 

Na área do alojamento, Adolfo Mesquita Nunes reforçou que o Governo quer rever a legislação do alojamento local, com o objectivo de combater o alojamento paralelo.

 

Ver comentários
Outras Notícias