Banca & Finanças Afastar gestores custou mais ao Montepio do que prémio a pessoal
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Afastar gestores custou mais ao Montepio do que prémio a pessoal

A indemnização que a caixa económica do Montepio pagou para afastar a equipa de Félix Morgado, de 1,6 milhões, é ligeiramente superior ao total de prémios que Carlos Tavares distribuirá pelos funcionários.
Afastar gestores custou mais ao Montepio do que prémio a pessoal
Lusa
Diogo Cavaleiro 22 de outubro de 2018 às 22:00

O Montepio pagou 1,6 milhões de euros para afastar os anteriores membros do conselho geral e de supervisão e do conselho de administração executivo. O montante é ligeiramente superior aos 1,5 milhões que Carlos

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI