Banca & Finanças Ainda não foi desta que os credores do BES conseguiram anular resolução do banco

Ainda não foi desta que os credores do BES conseguiram anular resolução do banco

Os credores do Banco Espírito Santo continuam a tentar anular a resolução da instituição. O processo chegou ao Tribunal de Justiça superior da União Europeia, que o remeteu agora para a câmara baixa, considerando que é esta última que tem de tomar uma decisão.
Ainda não foi desta que os credores do BES conseguiram anular resolução do banco
Bruno Simão/Negócios
Negócios 07 de novembro de 2018 às 11:23

Os credores do Banco Espírito Santo (BES) tentam, desde o início, anular a decisão da Comissão Europeia de aprovar a resolução do banco, tendo já passado por várias instâncias. O processo estava agora na instância superior do Tribunal de Justiça da União Europeia que o remeteu para a câmara baixa, avançou hoje a Bloomberg.

 

Esta instância inferior tinha mandado o processo para ser a câmara superior a decidir, mas o processo foi devolvido sem qualquer decisão, com a câmara superior a considerar que o processo é para ser decidido pela câmara baixa.

 

O processo foi interposto pela BPC Lux 2 Sarl e outros credores do BES que detêm obrigações 'lower tier' 2", isto porque os detentores das obrigações subordinadas tiveram de assumir perdas da quase totalidade dos seus investimentos no âmbito da resolução do BES, em 2014.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI