Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alemães da Euronadel compensam trabalhadores com o dobro previsto na lei

Os alemães da Euronadel Fábricas de Agulhas, chegaram a um acordo com as três comissões representativas dos trabalhadores da empresa relativamente ao fecho definitivo da fábrica situada em São Domingos de Rana, Cascais.

Celso Filipe cfilipe@negocios.pt 03 de Março de 2009 às 15:01
Os alemães da Euronadel – Fábricas de Agulhas, chegaram a um acordo com as três comissões representativas dos trabalhadores da empresa relativamente ao fecho definitivo da fábrica situada em São Domingos de Rana, Cascais.

A fábrica do grupo Groz-Beckert irá pagar em média, aos 182 trabalhadores, indemnizações que correspondem ao dobro da compensação legalmente estabelecida. O encerramento da Euronadel foi comunicado a 29 de Janeiro, tendo a administração invocado a “deterioração de diversos factores do mercado global, em particular da indústria têxtil” para justificar a decisão.

O grupo Groz-Beckert acrescentou, na altura, que a conjunção negativa de factores “como uma vertiginosa quebra nas vendas e perda do valor do produto face à concorrência de empresa do continente asiático”, determinaram o fecho da fábrica portuguesa que estava em funcionamento desde 1968.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio