Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alierta aposta que Telefónica valorize pelo menos 40% até 2011

O presidente da Telefónica, César Alierta, adquiriu opções de compra sobre 8,2 milhões de acções da operadora com um preço de exercício de 22 euros e um prazo de execução de quatro anos.

Filipe Paiva Cardoso filipecardoso@mediafin.pt 09 de Março de 2007 às 12:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O presidente da Telefónica, César Alierta, adquiriu opções de compra sobre 8,2 milhões de acções da operadora com um preço de exercício de 22 euros e um prazo de execução de quatro anos.

Para realizar mais-valias, as acções da Telefónica a 2 de Março de 2011, terão que estar a cotar acima dos 22 euros, além do preço que o CEO da Telefónica pagou pelas opções.

Com esta aposta, Alierta está a demonstrar ao mercado que aposta que a Telefónica vai valorizar pelo menos 40% nos próximos quatro anos, já que as acções da operadora de telecomunicações espanhola valem actualmente 16 euros. Este crescimento significaria um que a capitalização bolsista da Telefónica passaria dos actuais 79 mil milhões para 110 mil milhões de euros. Nos últimos quatro anos a empresa valorizou 28%.

Depois de ter sido anunciada esta operação, as acções da Telefónica responderam com uma subida de 2,81%, terminando a sessão de ontem a valer 16,09 euros.

Este produto financeiro foi adquirido por Alierta no passado dia 2 de Março, e, a preços de mercado, as 8,2 milhões de acções compradas por Alierta valiam no dia 2 sensivelmente 130 milhões de euros. Porém, as opções sobre acções têm preços distintos à cotação diária dos títulos.

O presidente da Telefónica detém actualmente 1,98 milhões de títulos da operadora, qualquer coisa como 0,04% do capital. À cotação actual esta posição vale 32 milhões de euros.

Outras Notícias