Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alstom faz acordo com banca para dívida de 4 mil milhões

Cerca de 30 bancos credores da Alstom aceitaram a renegociação das condições de empréstimos no valor total de quase quatro mil milhões de euros, reduzindo o risco de incumprimento dos pagamentos por parte do grupo industrial francês sob a ameaça de falên

Negócios negocios@negocios.pt 24 de Junho de 2004 às 10:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Cerca de 30 bancos credores da Alstom aceitaram a renegociação das condições de empréstimos no valor total de quase quatro mil milhões de euros, reduzindo o risco de incumprimento dos pagamentos por parte do grupo industrial francês sob a ameaça de falência.

O anúncio do acordo feito ontem pela Alstom motivou uma valorização da ordem dos

21% nas acções. Um porta-voz, citado pela Bloomberg, disse que os bancos deram o seu consentimento unânime ao novo acordo com condições mais favoráveis, sem divulgar as instituições financeiras envolvidas.

Entre os maiores credores da Alstom, estão os três grandes bancos franceses Crédit Agricole, BNP Paribas e a Société Générale que poderiam pedir o reembolso dos empréstimos em caso de falha dos prazos de pagamento.

Com esta renegociação, o grupo francês fabricante de equipamentos de energia e transportes ferroviários, entre os quais o TGV, pode continuar em actividade no curto prazo consideram os analistas.

O grupo emprega 20 mil pessoas só em Espanha e está presente em Portugal. O plano apresentado há um mês prevê venda de acções, obrigações e activos para gerar receitas que façam face às perdas decorrentes de um defeito no modelo de turbina.

Mais lidas
Outras Notícias