Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alta Velocidade pode ter 85% de produção nacional

O potencial de participação nacional no projecto da alta velocidade em Portugal poderá situar-se entre 80% e 85% do volume de investimento (que é de cerca de nove mil milhões de euros para os três eixos), concluiu um estudo do In Out Global, centro associado do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), elaborado para a Rave - Rede Ferroviária de Alta Velocidade, em 2003.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O potencial de participação nacional no projecto da alta velocidade em Portugal poderá situar-se entre 80% e 85% do volume de investimento (que é de cerca de nove mil milhões de euros para os três eixos), concluiu um estudo do In Out Global, centro associado do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), elaborado para a Rave - Rede Ferroviária de Alta Velocidade, em 2003.

Uma avaliação que excluiria a Alta Velocidade dos investimentos que o Presidente da República considera que devem agora ser reponderados por terem uma grande componente importada, isto é, que utilizem pouca produção nacional e que utilizem pouca mão de obra portuguesa. Relativamente ao emprego, no entanto, os estudos feitos para a Rave concluem apenas que o pico será atingindo em 2013, ano em que o projecto originará cerca de 100 mil empregos directos e indirectos.



logo_empresas

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias