Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Álvaro Covões: mobilidade é chave para captar eventos no Algarve

O fundador da promotora Everything is New acredita que a região tem condições para cativar eventos dirigidos ao público familiar. Basta que os acessos no Algarve sejam aprimorados.

Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 05 de Dezembro de 2015 às 16:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

"Para haver eventos, tem que haver mobilidade". É a condição estabelecida por Álvaro Covões (na foto) para que o Algarve se possa afirmar como um destino atractivo para realizar grandes eventos.


Ao Negócios, o fundador da promotora Everything is New recorda que a maioria dos turistas no Algarve não vem de transporte próprio.


"Enquanto não tivermos resolvido o problema da mobilidade, dificilmente poderá haver grandes eventos de sucesso no Algarve", remata. É um problema que afecta não apenas o sector do turismo e dos eventos, mas toda a economia.


Para Álvaro Covões faria sentido a aposta em eventos de carácter familiar, permitindo a presença de estrangeiros e portugueses que viajam para o Algarve sem a sua estrutura de apoio de cuidados à família.


O líder da Everything is New considera que o Estádio do Algarve é uma boa infra-estrutura, mas acredita que faria "sentido uma arena de grande dimensão para espectáculos, feiras, congressos".


O exemplo de Ibiza, onde o "problema de sazonalidade é ainda mais forte que no Algarve", pode ser um dos caminhos a seguir. Na época alta, a ilha espanhola aumenta o número de licenças de táxi para permitir uma maior mobilidade. Trata-se de "melhorar o problema na época alta, para que seja possível fidelizar para a época baixa".

Everything is New focada em 2016

A promotora de eventos Everything is New está "completamente" focada em 2016, depois de um ano que Álvaro Covões classifica como positivo.

Questionado sobre a maior apetência do mercado português para este tipo de produto, já que várias propostas culturais do grupo estão praticamente esgotadas, Covões não tem dúvidas: "Nós também criamos a apetência. O nosso papel é empreender. Criamos o produto e vamos à luta".

O trabalho é feito a nível nacional mas não encerra dentro de fronteiras. Pelo contrário: "O estrangeiro é uma prioridade. O nosso mercado é mundial".


 

Ver comentários
Saber mais Álvaro Covões Algarve Estádio do Algarve
Outras Notícias