Banca & Finanças Amado deixa a Amado duas metas para cumprir
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Amado deixa a Amado duas metas para cumprir

O peso das imparidades e a rendibilidade dos capitais próprios são indicadores a melhorar. Tarefa para a nova administração, que deverá continuar a ter Nuno Amado no leme executivo. A reestruturação, contudo, é para continuar: o corte de custos não se vai ficar por aqui.
A carregar o vídeo ...
Diogo Cavaleiro 15 de fevereiro de 2018 às 07:00

Se Nuno Amado suceder a Nuno Amado na presidência executiva do Banco Comercial Português (BCP), na sequência da próxima assembleia-geral, agendada para Maio, tem já duas grandes metas por cumprir: a reduçã)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub