Bolsa Amazon e Netflix em território de recordes com boas perspectivas sobre corte de impostos

Amazon e Netflix em território de recordes com boas perspectivas sobre corte de impostos

O sector tecnológico teve um bom desempenho na sessão desta quarta-feira em Wall Street, animado sobretudo pela convicção de que estas empresas irão beneficiar bastante com os cortes de impostos nos Estados Unidos.
Amazon e Netflix em território de recordes com boas perspectivas sobre corte de impostos
Reuters
Carla Pedro 21 de fevereiro de 2018 às 23:47

As tecnológicas tiveram uma performance generalizadamente positiva na sessão bolsista de hoje nos EUA. Isso não impediu que o Nasdaq Composite, contagiado pelo Dow Jones e S&P 500, fechasse no vermelho, mas o bom desempenho da maioria das suas cotadas manteve o índice quase à tona, uma vez que resvalou apenas 0,22% para 7.218,23 pontos.

 

O movimento de subida no sector tecnológico deveu-se sobretudo à renovada convicção de que estas empresas irão beneficiar bastante com os cortes de IRC nos EUA, no âmbito da reforma fiscal da Administração Trump aprovada em Dezembro.

Resultado: as tecnológicas estão a atrair a atenção - e o dinheiro - de mais investidores.

 

Entre os destaques de hoje estiveram os desempenhos da Amazon, que atingiu um máximo histórico nos 1.503,49 dólares, e a Netflix.

 

A retalhista online Amazon encerrou a valorizar 0,99% para 1.482,92 dólares, mas chegou a estar a subir mais de 2% e a tocar nos 1.500 dólares pela primeira vez na sua história.

 

Por seu lado, a plataforma de televisão Netflix ganhou 0,89% no fecho da sessão, para 281,04 dólares, mas chegou a atingir os 286,64 dólares, muito perto do seu máximo histórico de 286,81 dólares.




pub