Transportes ANA: Abastecimento dos aeroportos "ainda aquém das necessidades"

ANA: Abastecimento dos aeroportos "ainda aquém das necessidades"

A escassez de combustíveis foi aliviada nos aeroportos, mas a folga não é suficiente para garantir a normalidade das operações, avisa a responsável dos aeroportos nacionais. Os passageiros devem continuar a pedir informações sobre os respetivos voos.
ANA: Abastecimento dos aeroportos "ainda aquém das necessidades"
Cátia Barbosa/Negócios
Ana Batalha Oliveira 17 de abril de 2019 às 13:04

A gestora dos aeroportos nacionais, a ANA Aeroportos, avisa que apesar de ter sido retomado o fornecimento de combustível das aeronaves este mantém-se "aquém das necessidades diárias habituais".

Tendo em conta o cenário atual, "as companhias aéreas mantêm ativos os seus planos de contingência e os passageiros devem informar-se junto das mesmas sobre eventuais impactos", aconselha a ANA no mesmo comunicado, dirigido às redações.

A gestora de aeroportos afirma que continua a trabalhar no plano de recuperação com vista à normalização do abastecimento e da operação, um esforço conjunto com as companhias aéreas.

Esta quarta-feira os aeroportos de Lisboa e Faro esgotaram as reservas de combustível. Algumas rotas tiveram de ser desviadas para o abastecimento dos aviões e foi constante a possibilidade de cancelamento de voos. No mesmo dia, oito camiões cisterna deram entrada no aeroporto da capital com o objetivo de limitar ao máximo os efeitos da greve. 

Face à escassez de combustíveis, que afeta também os consumidores domésticos, o primeiro-ministro, António Costa, admitiu esta quinta-feira alargar os serviços mínimos de fornecimento de combustíveis a todo o país, fora das áreas da grande Lisboa e grande Porto.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI