Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Analistas consensuais nos elogios aos resultados da Zon

Os bons resultados da Zon Multimédia no segundo trimestre agradaram aos analistas.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 30 de Julho de 2010 às 10:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A empresa liderada por Rodrigo Costa reportou ontem um ganho de 41,3% nos lucros do segundo trimestre, que ascenderam a 13,6 milhões de euros contra 9,6 milhões um ano antes.

Este resultado ficou acima das previsões do Banif, que estimava lucros de 8,9 milhões de euros. Na sua nota de “research” de hoje, assinada por Teresa Martinho, o banco salienta o conjunto bastante positivo de resultados da Zon, destacando também o EDITDA, a margem EBITDA e as receitas.

O CaixaBI também considera que os resultados da Zon foram positivos, “com destaque para a margem EBITDA”.

“Alguns KPI [serviços vendidos] mostram sinais de abrandamento, nomeadamente a base de subscritores. Apesar disso, a estratégia da Zon deaposta no Triple Play continua a ser bastante bem sucedida, com impacto a nível das RGU e ARPU”, sublinha a nota de análise do CaixaBI, assinada por Guido Varatojo dos Santos.

Por seu lado, a Espírito Santo Equity Research (ESER) realçou o volume de negócios de 216,3 milhões de euros da Zon, que ficou assim 1% acima das estimativas da casa de investimento.

A nota da ESER, assinada por Nuno Matias, refere que é mantida a recomendação de “comprar” e o “target” de 5,2 euros por acção, devido à “forte melhoria” que prevê para a rentabilidade da operadora de telecomunicações em 2010.

O CaixaBI e o Banif têm um preço-alvo de 5,10 e 4,07 euros, respectivamente, para a Zon. Quanto à recomendação, a do Banif é de “acumular”, ao passo que a do CaixaBI é de “comprar”.

Todos os preços-alvo da Zon assumem potencial de subida

Ontem, a casa de investimento JPMorgan Cazenove referiu numa nota de análise divulgada após o anúncio das contas da Zon, que o conjunto de resultados da empresa é “robusto”. No entanto, advertiu que a necessidade de aumentar o investimento deverá anular o potencial do “free cash flow” da empresa.

Também o Citigroup, que tem um “price target” de 3,85 euros para a Zon e uma recomendação de “manter”, considerou ontem “fortes” estes resultados da empresa liderada por Rodrigo Costa, que superaram o consenso das estimativas.

O MillenniumIB – com um preço-alvo de 5,60 para a tecnológica e recomendação de “comprar” - também se pronunciou ontem sobre os resultados da Zon, salientando igualmente “o bom conjunto de resultados” e destacou o facto de o crescimento das receitas provenientes da Pay TV, banda larga e voz ter acelerado no segundo trimestre face aos três meses anteriores (10,2% contra 4%).

A Zon é neste momento o título do PSI-20 que mais sobe, a registar um ganho de 1,48% para 3,226 euros.

Ver comentários
Outras Notícias