Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Antigos ministros "tiveram o seu tempo"

O ministro dos Transportes, António Mendonça, disse hoje em Bruxelas que os antigos governantes "tiveram o seu tempo", ressalvando que o actual Governo é responsável pelas suas decisões, desvalorizando uma iniciativa de ex-titulares da pasta das Finanças.

Lusa 04 de Maio de 2010 às 15:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 17
  • ...
O ministro dos Transportes, António Mendonça, disse hoje em Bruxelas que os antigos governantes "tiveram o seu tempo", ressalvando que o actual Governo é responsável pelas suas decisões, desvalorizando uma iniciativa de ex-titulares da pasta das Finanças.

"Quero salientar que se trata de ex-ministros, que tiveram o seu tempo e as suas responsabilidades próprias, o tempo presente e as responsabilidades pertencem, neste momento, ao Governo e aos ministros", disse Mendonça aos jornalistas, à saída de um conselho com os seus homólogos da União Europeia.

O ministro respondia uma questão sobre a iniciativa de um grupo de ex-responsáveis pelas Finanças que solicitaram uma audiência ao Presidente da República para contestar a realização de grandes investimentos em obras públicas na actual situação de crise financeira.

António Mendonça reiterou ainda que "as decisões em matéria de transportes têm a ver com aquilo que consideramos importante para o país e, particularmente, para o desenvolvimento da economia do país".

Os ministros dos Transportes da União Europeia debateram hoje a crise provocada pela erupção de um vulcão na Islândia que afectou milhares de voos em todo o mundo, em meados de Abril.

Na reunião, segundo o ministro, foi reconhecida a importância de haver na Europa uma abordagem intermodal para resposta a situações de crise.

"Temos que olhar para a Europa e para os transportes de uma forma integrada, em que cada modo - o modo aéreo, o rodoviário e o ferroviário - tem o seu papel e a sua vocação específica", disse.

No que respeita a Portugal, sublinhou, "ter boas ligações ferroviárias à Europa é fundamental para responder a situações de crise, como a do vulcão".



Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias