Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

António Mendonça não receia que TGV seja chumbado pelo TC

O ministro das Obras Públicas, António Mendonça afirma que o projecto de Alta Velocidade não vai sofrer o destino das estradas. "Não receio [que o Tribunal de Contas chumbe o contrato do Poceirão-Caia]", disse ao Negócios o governante, que garantiu que o projecto tem os estudos necessários para avançar.

Alexandra Noronha anoronha@negocios.pt 13 de Abril de 2010 às 21:05
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
O ministro das Obras Públicas, António Mendonça afirma que o projecto de Alta Velocidade não vai sofrer o destino das estradas. “Não receio [que o Tribunal de Contas chumbe o contrato do Poceirão-Caia]” disse ao Negócios o governante, que garantiu que o projecto tem os estudos necessários para avançar.

“A questão fundamental da certificação está já feita” disse o governante, confrontado com o comunicado da Presidência da República que promulgou as bases de concessão do troço Poceirão-Caia mas com mais informações. “Embora as informações recebidas não esclareçam todas as dúvidas, o Governo comunicou que irá proceder à certificação por entidade independente da última análise custo-benefício realizada sobre este projecto”, disse ontem a Presidência. O projecto ficou agora com luz verde para avançar mas ainda vai ter que passar pelo Tribunal de Contas.

António Mendonça realçou que esta promulgação é “muito importante para a Alta Velocidade” e para o “relacionamento entre os dois países [Portugal e Espanha]”, sendo que para o governante o segmento dos mercadorias será dos que têm mais a ganhar.

Este troço tem um valor estimado de 1.359 milhões de euros e faz parte da linha Lisboa-Madrid, que deverá abrir ao público em 2013.

Ver comentários
Outras Notícias