Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

António Vitorino já renunciou no Santander Totta

O advogado já tinha informado que iria renunciar aos órgãos sociais de várias empresas. Já o fez em relação ao Santander Totta, de acordo com o comunicado. António Vitorino deixou de ser administrador do banco.

Negócios 06 de Agosto de 2018 às 17:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...
"Informa-se que o Exmo Sr. Dr. António Manuel de Carvalho Ferreira Vitorino apresentou, no dia 31 de Julho de 2018, a sua renúncia ao cargo de vogal do conselho de administração do Banco Santander Totta", lê-se no comunicado do banco divulgado esta segunda-feira, 6 de Agosto.

António Vitorino era administrador da instituição financeira e agora renunciou. O advogado já tinha revelado ao Negócios que "as funções de director-geral da Organização Internacional das Migrações são exercidas em exclusividade nos termos aplicáveis aos funcionários da generalidade das organizações internacionais", pelo que assumia já no início de Julho que iria abandonar as empresas em que está presente enquanto administrador ou noutros órgãos sociais.

António Vitorino assume funções na Organização Internacional das Migrações a 1 de Outubro.

EDP, Brisa e Santander Totta são algumas das sociedades em que António Vitorino estava presente. Aliás, a saída como presidente da mesa da assembleia-geral da EDP ocorre durante um período em que a eléctrica está sob oferta pública de aquisição (OPA) por parte dos chineses da CTG (China Three Gorges), e em que essa função terá um papel relevante quando ocorrerem as assembleias-gerais para decidir questões relacionadas com a oferta.

António Vitorino é também sócio da sociedade de advogados Cuatrecasas, cargo que também deixará. 




Ver comentários
Saber mais Santander Totta António Vitorino bancos
Outras Notícias