Banca & Finanças António Costa pede a António Domingues retribuição do investimento na CGD

António Costa pede a António Domingues retribuição do investimento na CGD

No dia em que assume funções a nova administração do banco público, o primeiro-ministro desejou-lhe bom trabalho. Mas também disse que é preciso "retribuir devidamente" os 5.160 milhões de euros injectados.
António Costa pede a António Domingues retribuição do investimento na CGD
Krisztian Bocsi/Reuters
Diogo Cavaleiro 31 de agosto de 2016 às 16:00

A Caixa Geral de Depósitos tem uma nova administração. O Governo, pela voz do primeiro-ministro, já deixou uma palavra à equipa liderada por António Domingues, vindo do BPI.

 

"Desejo um bom trabalho e que retribuam devidamente o investimento que o accionista, todos os contribuintes, faz na Caixa Geral de Depósitos", afirmou António Costa, em declarações transmitidas pela RTP3 esta quarta-feira, 31 de Agosto.

 

António Costa, que foi instado pelos jornalistas a deixar uma palavra à equipa de António Domingues, não quis fazer mais comentários sobre este tema. É esta quarta-feira, 31 de Agosto, que a nova equipa de administração da CGD, composta por 11 e não 19 elementos como pretendia o Executivo, entra em funções depois de um atribulado processo que contou com o chumbo do Banco Central Europeu a oito nomes propostos pelo Governo.

 

O Estado português conseguiu um acordo da Comissão Europeia para recapitalizar a instituição financeira com 5.160 milhões de euros (2.700 milhões com aumento de capital em dinheiro, 500 milhões com aumento de capital em espécie – acções da ParCaixa –, 960 milhões de euros de conversão de CoCos em acções e 1.000 milhões de emissão de obrigações subordinadas). Mas esta injecção só pôde ser feita com base numa lógica de investidor privado, ou seja, Bruxelas teve de calcular se um privado estaria disposto a fazer este investimento no banco público e, só com a resposta positiva a essa análise, autorizou a operação.

Agora, António Domingues, que vai liderar a administração e a gestão da CGD, ocupando a gestão executiva que até aqui era assumida por José de Matos, terá de trabalhar sob o alerta deixado pelo primeiro-ministro. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI