Aviação Antonoaldo Neves: problemas com A330 neo são "fake news"

Antonoaldo Neves: problemas com A330 neo são "fake news"

O CEO da TAP diz que a única questão com os novos aviões da TAP é o odor, que "acabará com o tempo". 
Antonoaldo Neves: problemas com A330 neo são "fake news"
Airbus
Maria João Babo 18 de julho de 2019 às 19:36

O presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, garantiu esta quinta-feira no Parlamento que os novos aviões da companhia A330 neo são seguros, considerando notícias publicadas em Portugal, sobre o registo de enjoos e náuseas, como "fake news".

 

"Estamos absolutamente seguros que os odores a bordo é uma questão temporal, não é nociva para ninguém nem representa nenhum risco", afirmou o responsável na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas.

 

"Causa uma tristeza muito grande ver na comunicação social informações irresponsáveis sobre segurança em voo", disse Antonoaldo Neves, salientando que "felizmente não tem afetado a venda de passagens", até porque "as notícias só saem em Portugal".

 

Lembrando que a TAP tem 10 destes aviões e os seus concorrentes seis, o CEO disse que apenas a companhia portuguesa reportou o problema de cheiros ou tonturas.

 

"Estamos muito dedicados a perceber a situação", disse ainda, explicando que a questão dos odores tem a ver com uma questão técnica, com o sistema de refrigeração que usa o ar quente que entra pelo motor.

 

"Temos centenas de páginas técnicas, que foram entregues aos sindicatos e à ANAC, que a Airbus nos entregou", afirmou ainda, salientando que o que está a acontecer é que "com temperatura mais alta, a intensidade o odor é maior", mas "ele acaba com o tempo". "Quanto mais as aeronaves voam, mais reduz", garantiu.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI