Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Apesar de desconfinamento maio foi mais negro do que abril para o Alojamento Local

A taxa de ocupação do Alojamento Local em Lisboa caiu para 5% em maio. No Porto a taxa de ocupação situou-se em 3%.

A Câmara de Lisboa quer trazer para o mercado habitacional imóveis do alojamento local que agora estão sem clientes.
Inês Gomes Lourenço
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 29 de Junho de 2020 às 12:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A taxa média de ocupação do Alojamento Local (AL) em Lisboa foi de apenas 5% em maio, abaixo dos 10% registados em abril. No Porto, a taxa de ocupação foi ainda menor, cifrando-se em 3%, quando no mês anterior havia sido de 11%, indicam os dados do SIR - Alojamento Local divulgados esta segunda-feira pela Confidencial Imobiliário. Os dados demonstram o forte impacto que o setor está a sentir devido à pandemia da covid-19.

A Confidencial Imobiliário nota que "mesmo incluindo alguns dias de desconfinamento, maio agravou os já baixos níveis de ocupação observados em abril".

Comparando com maio do ano passado a ocupação média caiu 68 pontos percentuais em Lisboa, passando de 73% para 5%, enquanto na Invicta a descida ascendeu a 63 pontos percentuais, recuando de 66% para 3%.

Em março, mês que combinou períodos pré e pós-Estado de Emergência, a taxa média de ocupação em ambas as cidades "rondou os 40%".

Noites vendidas afundam mais de 90%
A quebra no número de noites vendidas em maio também se agravou nas duas cidades. Face a maio de 2019, a quebra em Lisboa situou-se nos 94%, enquanto no Porto ascendeu a 96%.

Também aqui se verifica um agravamento face aos dados de abril, quando os decréscimos nas noites vendidas foram de 75% na capital e de 67% na Invicta.

E também as receitas sofreram a pressão da quebra da procura. O RevPAR (receita por quarto disponível) cifrou-se em 11 euros em Lisboa e sete euros no Porto, o que traduz uma redução de quatro euros na capital e de sete euros no Porto.

Em maio do ano passado o RevPAR de Lisboa cifrava-se em 58 euros e o do Porto em 44 euros.

Isto apesar das diárias médias mensais dos alojamentos com ocupação em maio se terem mantido "nos níveis habituais do mercado", atingindo 93 euros em Lisboa e 70 euros no Porto.

Ver comentários
Saber mais Lisboa Alojamento Local Confidencial Imobiliário Porto RevPAR desconfinamento covid ocupação
Mais lidas
Outras Notícias