Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Apollo chega a acordo para comprar Açoreana

Mais um passo dado na venda da companhia de seguros que pertencia ao Banif. O acordo de venda foi feito. Agora tem de ser analisado pelos reguladores.

Kevork Djansezian/ Reuters
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
A Apollo chegou a acordo para comprar a Açoreana, por um valor não especificado. Em comunicado, a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões confirma o acordo, dizendo que agora irá analisar a operação.

"A Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) foi informada pela Apollo Global Management e pelos accionistas da Açoreana Seguros, a Soil SGPS e a Oitante, da celebração de um acordo de venda e capitalização da Açoreana Seguros", lê-se no comunicado da entidade divulgado esta segunda-feira, 28 de Março.

Os valores não são referidos. E segue-se a uma comunicação também desta autoridade de Fevereiro, que dava conta do pré-acordo para a venda à Apollo da companhia de seguros que era detida pelo Banif e que passou para os activos da Oitante, veículo criado no seguimento da resolução do Banif, que detém 47,7% da seguradora. Os restantes 52,3% são detidos pela Soil SGPS, "holding" dos herdeiros de Horácio Roque, fundador do Banco do Funchal.

O próprio Banif, mesmo antes da resolução, já estava em processo de venda da seguradora. Agora é vendida à Apollo, fundo de investimento norte-americano que também comprou a Tranquilidade, adquirida em 2015 também depois da resolução do Banco Espírito Santo. Com isto, passará para número dois em Portugal no ramo não vida. 

A Apollo junta assim Açoreana e Tranquilidade no seu portefólio segurador. Mas a compra da Açoreana ainda tem de passar pelo supervisor de seguros e pela Autoridade da Concorrência. "Esta operação (...) vai agora ser avaliada pela ASF ao abrigo do artigo 163.º do regime jurídico de acesso e exercício da actividade seguradora, bem como pelas Autoridades da concorrência, prevendo-se que, a curto prazo, seja possível a sua conclusão".

Não é referido o valor da compra nem o montante que irá ser injectado na seguradora para a sua capitalização. O facto de a companhia estar num processo de emergência é que levou o supervisor liderado por José Almaça a assumir a liderança do processo de venda da instituição. Não são também conhecidos os planos da Apollo para a instituição, nomeadamente no que respeita aos 700 trabalhadores que compõem o quadro de pessoal da Açoreana.
(Notícia actualizada às 11:50 com mais informações)
Ver comentários
Saber mais Apollo Açoreana Seguros Banif
Mais lidas
Outras Notícias