Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Argélia quer aumentar em 15% os preços à Gas Natural

O Governo argelino quer aumentar em cerca de 15% o valor da factura de gás natural que exporta para a Península Ibérica, através do gasoduto do Magreb. Esta subida de preço traduz-se num aumento de cerca de 115 milhões de euros para a factura energética e

Tânia Ferreira tf@negocios.pt 13 de Março de 2007 às 09:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Governo argelino quer aumentar em cerca de 15% o valor da factura de gás natural que exporta para a Península Ibérica, através do gasoduto do Magreb. Esta subida de preço traduz-se num aumento de cerca de 115 milhões de euros para a factura energética espanhola, sendo que o gasoduto do Magreb serve para abastecer cerca de 30% do consumo anual em Espanha.

A Gas Natural, empresa espanhola que adquire este combustível para distribuí-lo no seu país, admitiu ontem que está a renegociar o contrato com a Sonatrach, empresa estatal argelina.

Fontes da Gas Natural citadas pelo Expansión consideram, no entanto, o aumento apontado pelas autoridades argelinas como "excessivo" e como não sendo "admissível".

O custo do gás transportado através do gasoduto do Magreb tem relevância para o consumidor espanhol, uma vez que o Ministério da Indústria utiliza a infra-estrutura, que liga a Argélia a Espanha através de Marrocos, para determinar a tarifa que pagam as famílias.

Chakib Khelil, ministro argelino da Energia, explicou ontem que está a pedir um aumento do preço do gás que vende a Espanha com base em um dólar por milhão de unidades térmicas britânicas (BTU). "As exportações que são feitas através do gasoduto dependem de antigos contratos cujos preços são mais baixos que os conseguidos pelos clientes espanhóis", defendeu.

Actualmente, o preço do gás argelino ronda os sete dólares por milhão de BTU.

Em Portugal, a EDP – Energias de Portugal já anunciou que também está a negociar um acordo de fornecimento de gás, que pode vir a contemplar uma parceria estratégica, com a entrada dos argelinos no capital da eléctrica portuguesa.

Também a Galp está a renegociar o actual contrato que tem com a Sonatrach.

Outras Notícias