Empresas As empresas cotadas e públicas que vão a votos este ano

As empresas cotadas e públicas que vão a votos este ano

As empresas cotadas que vão a votos este ano valem, no mercado bolsista, cerca de 5 mil milhões de euros. Saiba quais são.
Alexandra Machado 22 de fevereiro de 2020 às 10:00

2020 é ano de assembleias gerais eletivas em 11 cotadas nacionais, um número bem inferior ao registado ano passado, em que decorreram assembleias gerais eletivas em empresas que representavam metade da capitalização bolsista da bolsa portuguesa.

 

Considerando apenas as que integram o PSI-20, só quatro terão assembleias eletivas este ano: Altri, a Corticeira Amorim, os CTT e a Ramada, valendo, juntas, 3.157 milhões de euros. As restantes cotadas que vão a votos representam mais 1,8 mil milhões de euros. As 11 cotadas que vão a votos valem, no mercado bolsista, cerca de 5 mil milhões de euros.

 

Nas empresas com capital público este será um ano de eleições em nove companhias. Os ministros Mário Centeno, Pedro Nuno Santos, João Pedro Matos Fernandes e Augusto Santos Silva terão as tarefas mais pesadas.

 

Veja na galeria em cima as cotadas que têm eleições este ano. Na galeria em baixo encontra as empresas públicas que vão ter novos mandatos em 2020.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI