Empresas Atena tem 15 milhões para a Malo Clinic

Atena tem 15 milhões para a Malo Clinic

A Atena Equity Partners, que comprou a Malo Clinic, considera que a fase de estabilização financeira da empresa "já foi ultrapassada".
Atena tem 15 milhões para a Malo Clinic
Sergio Lemos

A Atena Equity Partners, que comprou a Malo Clinic, tem 15 milhões de euros reservados para a empresa fundada por Paulo Malo, anunciou esta terça-feira, 22 de outubro, o "partner" da Atena e presidente da Malo Clinic, João Rodrigo Santos.

Mais concretamente, quatro milhões de euros correspondem ao plano de investimento já em curso e os restantes 11 milhões estarão disponíveis "em função das oportunidades e necessidades", referiu.

 

Este valor representa um quinto dos 75 milhões de euros do segundo fundo da Atena.

 

O responsável considera que a "fase de estabilização financeira da Malo Clinic já foi ultrapassada".

 

Após a aquisição da Malo Clinic, a Atena Equity Partners aderiu ao Plano Especial de Revitalização (PER), tendo firmado um acordo extrajudicial, já homologado, que contempla um perdão de mais de 40 milhões de euros de uma dívida reconhecida de 67,5 milhões de euros a cerca de nove dezenas de credores, entre os quais a Segurança Social com 1,7 milhões de euros.

 

O Novo Banco, detentor de quase 80% do total de créditos sobre a empresa, aceitou perdoar cerca de metade de uma dívida de mais de 51 milhões de euros.

 

Aos credores comuns foi imposto perdas de 90% dos seus créditos.

 

É o caso do Banco Nacional Ultramarino (BNU), do grupo estatal Caixa Geral de Depósitos – que ajudou à expansão do grupo Malo em Macau –, que apenas poderá vir a recuperar 10% dos cerca de 6,9 milhões de euros que tinha a haver.

 

O "haircut" de 90% também se aplica aos créditos, da Nobel Biocare (3,4 milhões de euros), Henry Schein Portugal (55 mil euros), sociedade de advogados PLMJ (19 mil euros), Guimarães Shopping (10,6 mil euros) ou Câmara de Loulé (19 euros).

 

De resto, a Malo Clinic beneficiará de dois anos de carência e terá oito anos para pagar a sua dívida, agora reduzida a cerca de 27 milhões de euros. O plano de reembolso prevê o pagamento em prestações constantes, com uma taxa de juro da ordem dos 4%.

(Notícia em atualização)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI