Automóvel Audi acredita que escolha para a factura da sorte "reforça imagem" da marca

Audi acredita que escolha para a factura da sorte "reforça imagem" da marca

A Audi foi a marca escolhida pelo ministério das Finanças para fornecer 58 carros para os sorteios da factura da sorte. A marca alemã acredita que o facto de "ter sido escolhida para uma iniciativa desta natureza vem demonstrar o carácter aspiracional da marca e contribuir para reforçar a sua excelente imagem no mercado”. Os carros começam a ser sorteados em Abril, e representam cerca de 1% das vendas da marca.
Audi acredita que escolha para a factura da sorte "reforça imagem" da marca
João Carlos Malta 24 de março de 2014 às 15:23

Em respostas escritas ao Negócios, o director de comunicação da Siva, Ricardo Tomaz, garante que o "contrato respeita a 52 unidades A4 e seis unidades A6, a serem fornecidos ao longo de um ano".

 

A marca, comercializada em Portugal pela Siva, presidida por Fernando Monteiro (na foto) avança que as duas versões escolhidas são o Audi A4 – 2.0 TDI, com 136 cavalos, caixa manual e pintura metalizada, e o Audi A6 – 2.0 TDI, com 177 cavalos, caixa manual e pintura metalizada.

 

Estas 58 unidades representam um peso naturalmente muito reduzido nas vendas anuais de

Só vemos impacto positivo para a marca. A presença de modelos Premium em frotas de empresas ou em concursos públicos é algo habitual e nesse sentido este concurso não foi diferente.
 
Ricardo Tomaz
Director de comunicação da Siva

uma marca como a Audi. Tendo por base os carros vendidos pela marca alemã em 2013, este negócio vale 1% do volume de vendas.

 

Apesar deste contrato ganho e dos bons indícios que  as vendas até Fevereiro apresentam, com uma subida de 24,5% em relação ao mesmo período do  ano passado, a marca mostra-se cautelosa em relação à evolução das vendas em Portugal. "O mercado parece dar alguns – ainda pequenos - sinais de recuperação neste início de ano, sobretudo no que diz respeito ao segmento das empresas. Mas é preciso lembrarmo-nos de que estamos a comparar com um período homólogo de 2013 muito deprimido; as vendas de automóveis em Portugal continuam a um nível historicamente muito baixo", relata Ricardo Tomaz.

 

Apesar de alguns sectores e personalidades terem criticado este iniciativa do Governo, a Siva que comercializa a Volkswagen, a Audi e a Skoda, não teme que haja controvérsia com impacto negativo para a marca.

 

"Só vemos impacto positivo para a marca. A presença de modelos Premium em frotas de empresas ou em concursos públicos é algo habitual e nesse sentido este concurso não foi diferente", defende o director de comunicação da Siva. "A Audi conquista grande preferência por parte de um leque alargado de clientes", remata.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI