Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aumento de transporte de passageiros abranda em 2018

O transporte de passageiros por via aérea, ferroviária, metropolitana ou fluvial acelerou no quarto trimestre. Mas, no total do ano, a tendência foi de abrandamento.

Miguel Baltazar
Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 22 de Março de 2019 às 11:33
  • Partilhar artigo
  • ...

O transporte de passageiros por via aérea, ferroviária, metropolitana ou fluvial cresceu em 2018, mas de forma mais lenta, revelam os dados preliminares da atividade dos transportes divulgados esta sexta-feira, 22 de março, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O transporte aéreo cresceu 6,8% no total do ano, isto em comparação com o aumento de 16,2% no ano anterior, refere o INE.

 

Na ferrovia pesada, metropolitano e vias fluviais também se verificaram abrandamentos, mas mais ligeiros: 4,0%, 3,7% e 3,3% em 2018, respetivamente, face ao crescimento de 6,0%, 5,1% e 5,5% em 2017.  

 

A tendência para o total do ano contraria aquela que foi a trajetória de aceleração do transporte de passageiros no quarto trimestre. Nesse período, "o movimento de passageiros nos aeroportos nacionais ascendeu a 12,6 milhões, representando um crescimento de 6,2%", quando tinha sido de 4,3% no terceiro trimestre.

 

Em 2018, aterraram em território nacional 52.200 aviões, com o aeroporto de Lisboa a movimentar 6,8 milhões de passageiros. Ainda assim, foi o aeroporto do Porto que registou a subida mais acentuada: 11,1% para um total de 2,8 milhões de passageiros.

 

Os comboios e metros também transportaram mais passageiros no último trimestre do ano, com ambos a registarem um aumento de perto de 5%. Nos barcos, este foi de 7,2%.

 

Relativamente ao transporte de mercadorias, os dados do INE apontam para aumentos das toneladas movimentadas em 2018 nos aeroportos de 5,1%, por via rodoviária de 0,1% e para uma estabilização por via ferroviária – o que representa uma desaceleração face a 2017, refere o instituto. Já o movimento nos portos registou uma diminuição de 3,2%, depois de um aumento de 2,2% no ano anterior.

 

Ver comentários
Saber mais transportes metro passageiros aeroporto
Outras Notícias