Empresas Aumento da oferta sobre a PT “potencialmente positiva” para todas as partes

Aumento da oferta sobre a PT “potencialmente positiva” para todas as partes

O BPI considera que a possibilidade da Sonaecom vir a rever em alta o valor da contrapartida oferecida na OPA sobre a Portugal Telecom “potencialmente positiva” para todas as partes, caso a empresa liderada por Paulo Azevedo consiga preservar os ganhos co
Paulo Moutinho 21 de dezembro de 2006 às 10:11

O BPI considera que a possibilidade da Sonaecom vir a rever em alta o valor da contrapartida oferecida na OPA sobre a Portugal Telecom é "potencialmente positiva" para todas as partes, caso a empresa liderada por Paulo Azevedo consiga preservar os ganhos com as sinergias.

Na edição de hoje, o "Diário Económico" noticia que a Sonaecom admite subir os 9,5 euros por acção oferecidos na oferta pública de aquisição (OPA) que lançou em Fevereiro deste ano, desde que o CEO da PT, Henrique Granadeiro, demonstre que a operadora vale mais que isso.

Para o analista Ricardo Pimentel Seara, este possível aumento da contrapartida será "potencialmente positivo para todas as partes", isto se, "existir alguma forma de a Sonaecom conseguir manter os ganhos de sinergias do negócio".

Recorde-se que as sinergias estavam quantificadas inicialmente em dois mil milhões de euros, sendo que Paulo Azevedo, presidente da Sonaecom, assumiu recentemente uma redução desse valor em 500 milhões de euros com a primeira versão das condições.

O banco de investimento acrescenta que uma das possibilidades para que a Sonaecom mantenha esses ganhos seria "a maior receita com a venda de alguns dos activos da Portugal Telecom", em especial da operadora da rede móvel brasileira Vivo.

A PT e a Telefónica são detentoras da Vivo, controlando partes iguais no capital da operadora. A posição da operadora nacional na companhia brasileira da rede móvel está avaliada entre dois e três mil milhões de euros.

Na sessão de hoje as acções da Sonaecom [snc] seguiam a valorizar 1,18% para os 5,14 euros, enquanto que os títulos da Portugal Telecom [ptc] subiam 0,92% para os 9,82 euros.