Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Autoeuropa estima triplicar vendas em Portugal

O novo director-geral da Autoeuropa, Emílio Sáenz, acredita que até ao final de 2004 irão ser vendidas mais mil unidades dos três modelos de carros produzidos na fábrica de Palmela, na sequência da passagem dos monovolumes de classe 2 para classe 1 nas po

Tânia Ferreira tf@negocios.pt 01 de Outubro de 2003 às 13:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

No primeiro dia oficial com o cargo de director-geral da Autoeuropa, Emílio Sáenz, mostrou-se esperançado quanto ao aumento de vendas dos monovolumes Sharan, Galaxy e Alhambra em Portugal. O responsável estima que em 2004 sejam vendidos 1500 monovolumes no mercado nacional, contra os 500 previstos para este ano.

O objectivo de Sáenz «é inverter a diminuição de vendas registada, nos três monovolumes produzidos na fábrica de Palmela no último ano», disse hoje o responsável num encontro com jornalistas.

Para o efeito, Sáenz conta com o compromisso anunciado pelo ministro da Economia, Carlos Tavares, de os monovolumes passarem a pagar classe 1 nas portagens, em vez de classe 2, como acontece até agora. A medida deverá entrar em vigor já em Janeiro de 2004.

Em paralelo, o novo director-geral da Autoeuropa pensa que “as novidades introduzidas nos modelos a produzir no próximo ano, ao nível estético, também vão ajudar às vendas”.

A Volkswagen Sharan registou uma quebra de cerca de 15%, caindo de 384 unidades vendidas entre Janeiro e Setembro de 2002 para 231 unidades no período homólogo deste ano.

Já Ford Galaxy caiu 6,1% no número de unidades vendidas. Entre Janeiro e Setembro de 2003 foram vendidos 139 destes veículos, enquanto no mesmo período do ano passado foram vendidos 148.

A maior quebra foi nas vendas do Seat Alhambra que passaram de 270 para 60, nos primeiros nove meses de 2002 e 2003, respectivamente, o que significa uma diminuição de 350%.

Outras Notícias