Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BAE Systems multada por infracção contabilística na Tanzânia

A empresa viu ser-lhe aplicada uma coima mínima, para que reste mais dinheiro de compensação para os tanzanianos, visto que o dinheiro da multa é deduzido ao "bolo" de 30 milhões de libras e a BAE acordou pagar.

Negócios negocios@negocios.pt 21 de Dezembro de 2010 às 11:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A BAE Systems foi multada em 500.000 libras por não manter os devidos registos de pagamentos feitos a um consultor na Tanzânia.

O grupo de defesa pagou 7,7 milhões de libras a duas empresas controladas pelo empresário Shailesh Vithlani, antes de ganhar um contrato de radares militares na Tanzânia, no valor de 28 milhões de dólares.

A decisão tomada por um juiz da Southwark Crown Court surge depois de a BAE já ter chegado a um acordo com o Serious Fraud Office (SFO – Gabinete de Fraudes Graves), refere a “BBC News”.

A BAE tem também de pagar 225.000 libras de custos. O juiz, Justice Bean, disse que esteve sob pressão para fixar no valor mínimo a coima decretada pelo tribunal. Isto porque “a estrutura deste acordo coloca uma pressão moral ao tribunal para manter a multa num mínimo, de modo a que a compensação seja mantida ao máximo”.

Nos termos do acordo entre o SFO e a BAE, a empresa deduzirá esta multa aos 30 milhões de libras que ofereceu ao povo da Tanzânia para encerrar o caso. Quanto mais pagasse de multa, menos restaria para os tanzanianos.

Ver comentários
Saber mais BAE Systems Tanzânia multa Shailesh Vithlani
Mais lidas
Outras Notícias