Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banca de investimento enfrenta maior crise dos últimos 30 anos

A turbulência no mercado do crédito representa a crise mais severa dos últimos 30 anos para a banca, ultrapassando a segunda-feira negra de 1987, a crise asiática de 1998 e o estoiro da bolha tecnológica em 2000, referem a Morgan Stanley e a Oliver Wyman

Negócios negocios@negocios.pt 01 de Abril de 2008 às 13:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A turbulência no mercado do crédito representa a crise mais severa dos últimos 30 anos para a banca, ultrapassando a segunda-feira negra de 1987, a crise asiática de 1998 e o estoiro da bolha tecnológica em 2000, referem a Morgan Stanley e a Oliver Wyman num relatório conjunto.

As receitas provenientes dos bancos de investimento poderão cair 20% em 2008, salienta a nota de "research" de hoje. Seis trimestres de lucros foram anulados por amortizações e quebras de receitas até ao final de Março, o que rivaliza com o colapso do mercado das "junk bonds" [títulos que oferecem altos rendimentos mas que têm baixa segurança] ocorrido no final da década de 80 e que levou à falência a Drexel Burnham Lambert, diz o relatório.

"A indústria está a enfrentar a mais severa crise dos últimos 30 anos na banca de investimento", referem os analistas, citados pela Bloomberg. "Os mercados globais de títulos estão em plena mudança cíclica e estrutural".

As receitas da banca provenientes dos seus negócios do crédito poderão cair 60%, salientam os analistas, acrescentando que as empresas terão de ser mais transparentes com os investidores que compram os seus empréstimos. Simultaneamente, os reguladores vão instar a indústria a reter mais capital como protecção, o que penalizará o retorno dos capitais próprios dos bancos no longo prazo, sublinha a nota de "research".

Outras Notícias