Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco Popular com novas provisões de até 2 mil milhões de euros

A revisão dos preços dos activos imobiliários vai conduzir a provisões adicionais, que o Expansión assinala que ascendem a 2 mil milhões. O processo deverá ficar concluído até ao final do mês, altura em que se espera que haja propostas vinculativas pelo grupo espanhol.

Emilio Saracho banco popular
DR/Banco Popular
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 02 de Junho de 2017 às 07:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O Banco Popular acredita que a cobertura dos activos imobiliários vai obrigar à constituição de novas provisões até 2 mil milhões de euros, segundo avança o jornal espanhol Expansión, com base em fontes próximas do processo, mas que não são identificadas.

 

O banco espanhol está a levar a cabo um processo de revisão do preço dos seus activos imobiliários e, para já, a expectativa é que tenha de registar descidas dos preços no seu balanço, para se adequar ao preço do mercado, o que leva à necessidade de constituir provisões – reconhecimento antecipado de eventuais perdas que se podem concretizar no futuro.

 

Segundo o Expansión, o processo de revisão da carteira do imobiliário do Popular está já concretizado na sua maioria, faltando apenas percorrer 20% do portefólio, o que o banco acredita conseguir fazer até ao final de Junho.

 

O Popular está à venda e aguarda, neste momento, que existam propostas vinculativas, embora o El Confidencial tenha indicado que foram solicitadas mais informações sobre a situação da instituição financeira, com o principal foco na evolução dos depósitos. O Expansión diz que é no final de Junho que se espera que haja, então, propostas vinculativas pelo banco no processo que está a ser liderado pelo JPMorgan.

 

Em bolsa, o banco liderado por Emilio Saracho tem estado a ser castigado pelos investidores, em parte porque, ainda que se fale do Santander, BBVA, Bankia, Sabadell e CaixaBank como interessados no banco, não há ainda uma proposta firme. E a expectativa de uma intervenção pública (com uma medida de resolução) no grupo espanhol é também grande.

As acções da instituição financeira têm tocado em valores mínimos históricos, isto é, cotações nunca antes por si registadas na bolsa espanhola.

Ver comentários
Saber mais Banco Popular Emilio Saracho
Mais lidas
Outras Notícias