Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco de Portugal instaurou 56 processos de contra-or­denação em 2013

Regulador fez mais de mil recomendações durante o ano passado para exigir aos bancos a correcção de irregularidades.

Miguel Baltazar/Negócios
Paulo Moutinho 07 de Abril de 2014 às 17:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...

O Banco de Portugal instaurou 56 processos de contra-or­denação contra as instituições financeiras durante o ano passado, um aumento de 60% face a 2013. Ao mesmo tempo, a entidade liderada por Carlos Costa emitiu mais de mil recomendações para a correcção de irregularidades.

 

De acordo com o Relatório de Supervisão Comportamental, foram instaurados “56 processos de contra-or­denação (34 processos em 2012) contra 23 instituições. Neste período, o Banco de Portugal concluiu 33 processos de contra-ordenação, sendo 19 respeitantes a processos transitados de anos anteriores e 14 a processos instaurados em 2013”.

 

“Dos processos instaurados, 35 estavam relacionados com o incumprimento de normas específicas que regem a actividade das instituições de crédito e quatro respeitaram a observância dos deveres de conduta”, revela o comunicado enviado pelo Banco de Portugal.

 

Ao mesmo tempo, segundo o Relatório de Supervisão Comportamental, foram emitidas “1.030 recomenda­ções e determinações específicas para exigir a correcção das irregularidades e incumprimentos detec­tados. 500 resultaram da avaliação da implementação das alterações ao quadro normativo introduzidas em 2013”, diz o regulador. 

Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal Carlos Costa banca
Outras Notícias