Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco Popular regista aumento de 11,2% nos lucros do primeiro semestre

O Banco Popular, que em Portugal controla o Banco Nacional de Crédito (BNC), anunciou hoje que os resultados líquidos do primeiro semestre ascenderam a 368,8 milhões de euros, mais 11,2% que no período homólogo.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 21 de Julho de 2004 às 09:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Banco Popular, que em Portugal controla o Banco Nacional de Crédito (BNC), anunciou hoje que os resultados líquidos do primeiro semestre ascenderam a 368,8 milhões de euros, mais 11,2% que no período homólogo.

No primeiro semestre do ano passado o terceiro maior banco de Espanha tinha conseguido lucros de 331,78 milhões de euros. Apenas no segundo trimestre os resultados líquidos do Popular apresentaram um crescimento de 13% para 188 milhões de euros.

A subida dos lucros ficou a dever-se a um aumento das receitas, sobretudo proveniente do crédito concedido a pequenas e médias empresas, mas também devido aumento verificado no negócio de gestão de fundos.

O balanço do Popular cresceu 17,7%, no primeiro semestre, para 58,93 mil milhões de euros, com o crédito concedido a crescer 22,3% e o recurso de clientes a aumentar 19,3%.

As margens das várias áreas de negócios do Popular, que é um dos bancos mais rentáveis da Europa, apresentaram todas subidas acima de 10%, com as comissões a cresceram 11,2%, embora os custos tenham apresentado uma subida de 10,1%.

Em comunicado o Popular explicou que conseguiu potenciar o seu crescimento na área de banca para empresas e particulares, no crédito ao consumo, embora mantenha a concessão de crédito como o seu principal negócio, conseguindo assim «um mix de negócios mais harmonizado em termos de margens e produtos».

O Popular, tal como outros rivais, está a reforçar a presença na banca para empresas, devido ao abrandamento no mercado de crédito à habitação.

Outras Notícias