Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

“Bancos deviam prestar um melhor serviço” ao empreendedorismo

“Os bancos deviam prestar um melhor serviço e ter uma atitude mais esclarecida” no apoio ao empreendedorismo, disse hoje o presidente do Conselho de Administração do Banco BPI, Artur Santos Silva.

Isabel Cristina Costa iccosta@negocios.pt 20 de Novembro de 2007 às 15:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

"Os bancos deviam prestar um melhor serviço e ter uma atitude mais esclarecida" no apoio ao empreendedorismo, disse hoje o presidente do Conselho de Administração do Banco BPI, Artur Santos Silva.

Santos Silva, que falava numa conferência "Inovação e empreendedorismo, promovida pela Câmara do Comércio Luso- britânica", defendeu que os bancos deveriam estar "dispostos a correrem mais riscos para projectos de empreendorismo qualificado".

"Em Portugal há uma falta de empreendorismo, o que mais se vê são pequenos negócios orientados para o consumidor", criticouSantos Silva, que se escusou a comentar as negociações com o BCP, no que diz respeito à fusão. Adiantou apenas que os executivos dos dois bancos continuam as negociações.  

"Só países pouco desenvolvidos tem um indicador tão elevado nesta matéria", disse Santos Silva, considerando contudo que tal cenário é "compreensível, pois os portugueses tem poucas qualificações".

Acrescentou que "é importante que os bancos tenham uma atitude mais correcta na concessão de empréstimos a jovens empresários".

Mas para Artur Santos Silva, "os bancos não são entidades que tem que resolver o problema de criar capital". Para o "chairman" do BPI, "esse papel não cabe aos bancos, a falta de capital de risco" não é culpa dos bancos. "São os agentes económicos que têm que ter dinheiro e capacidade de gestão para apoiar empreendimentos novos".

Mais lidas
Outras Notícias