Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bancos franceses disparam com injecção de capital do governo

Os bancos franceses seguiam a negociar em forte alta, animados pela notícia da injecção de capital por parte do governo nos seis maiores bancos do país. A liderar os ganhos estava o Crédit Agricole, numa sessão em que o índice francês registava a valorização mais acentuada entre as principais bolsas europeias.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 21 de Outubro de 2008 às 11:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os bancos franceses seguiam a negociar em forte alta, animados pela notícia da injecção de capital por parte do governo nos seis maiores bancos do país. A liderar os ganhos estava o Crédit Agricole, numa sessão em que o índice francês registava a valorização mais acentuada entre as principais bolsas europeias.

Ontem ao final do dia, o Governo francês anunciou que vai investir 10,5 mil milhões de euros na compra de dívida subordinada dos seis maiores bancos franceses, exigindo em contrapartida um aumento do crédito concedido às empresas e às famílias. A injecção de capital vai decorrer até ao final deste ano.

No âmbito deste plano, o Crédit Agricole vai emitir dívida subordinada no valor de 3 mil milhões de euros, o BNP Paribas 2,55 mil milhões de euros e o Société Générale 1,7 mil milhões de euros. Entre as instituições financeiras mutualistas, o Caísse d’Epargne recebe 1,1 mil milhões, o Banque Populaire 950 milhões de euros e o Credit Mutuel 1,2 mil milhões.

Esta notícia está a proporcionar fortes ganhos no sector financeiro francês, onde se destaca o Crédit Agricole que valoriza 12,25% para os 11,73 euros, após ter chegado a “disparar” mais de 15% durante a manhã.

Segue-se o Société Générale, que ontem terminou a sessão a perder mais de 3%. O banco seguia a ganhar 9,47% para os 48,09 euros.

O BNP Paribas, o maior banco francês, apreciava 7,93% para os 59,25 euros, tendo já chegado a subir cerca de 9%.

Contagiado por este sentimento, o Natixis avançava 3,47% para os 2,09 euros. Na sessão de hoje, o banco já ganhou mais de 6%. O Dexia registava um ganho mais ligeiro e somava 1,97% para os 4,67 euros.

O sector da banca europeu era um dos principais responsáveis pela sessão positiva das bolsas do Velho Continente. O índice Dow Jones Stoxx para a banca seguia a subir 3,32%. A bolsa francesa era mesmo a que registava a valorização mais pronunciada, entre as principais praças europeias, ao ganhar 2,13%.

Ver comentários
Outras Notícias