Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bancos gregos apelam a que sejam disponibilizados mais fundos de emergência

O resgate de depósitos estará a acelerar novamente na Grécia. Para fazer frente a esta saída de fundos a banca grega estará a apelar ao governador do banco central para que seja disponibilizado mais dinheiro, através da linha de emergência do BCE, de acordo com a Bloomberg.

Reuters
Negócios 17 de Fevereiro de 2015 às 17:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 15
  • ...

A fuga de depósitos na banca grega voltou a acelerar, depois das negociações entre a Grécia e os parceiros europeus terem falhado, de acordo com fontes da banca, citadas pela Bloomberg. Com esta fuga, os fundos dos bancos estão a sofrer e, para colmatar esta situação, os bancos terão pedido ao governador do banco central de Atenas, Yannis Stournaras, para interceder junto do Banco Central Europeu (BCE) de forma a que o limite de financiamento da banca grega seja, novamente, elevado.

 

A Bloomberg adianta, citando dados do BCE, que os banco gregos já terão usado 57,5 mil milhões da linha de emergência disponível, de acordo com os dados até sexta-feira, 13 de Fevereiro. Assim sendo, as instituições terão à sua disposição 7,5 mil milhões de euros desta linha. No total, o BCE disponibilizou 65 mil milhões de euros. 

 

Stournaras estará esta quarta-feira, 18 de Fevereiro, em Frankfurt numa reunião com os restantes governadores do BCE. O conselho do BCE reúne-se assim amanhã e um dos temas deverá ser precisamente a Grécia.

 

Na semana passada o BCE elevou em 5 mil milhões de euros o montante máximo disponível da linha de emergência de 60 mil milhões para 65 milhões de euros. Este financiamento é realizado através da Emergency Liquidity Assistance (ELA) – linha de emergência do banco central grego à qual os bancos do país podem aceder para obter liquidez.

 

O sector financeiro grego aumentou o recurso à ELA depois de o BCE ter deixado de aceitar dívida pública grega como colateral nos empréstimos aos bancos europeus, uma medida que penalizou sobretudo os bancos gregos.

Ver comentários
Saber mais BCE Grécia linha de emergência ELA
Outras Notícias