Empresas Banif e Efisa pediram "esclarecimentos" sobre a classificação do concurso do consultor financeiro

Banif e Efisa pediram "esclarecimentos" sobre a classificação do concurso do consultor financeiro

Os consórcios do Banif/Crédit Suisse e da Efisa/Rothschild entregaram "pedidos de esclarecimento" sobre a classificação final das propostas apresentadas a concurso para consultor financeiro da Naer na construção do aeroporto da Ota, disse hoje à Lusa font
Negócios com Lusa 29 de novembro de 2006 às 13:48

Os consórcios do Banif/Crédit Suisse e da Efisa/Rothschild entregaram "pedidos de esclarecimento" sobre a classificação final das propostas apresentadas a concurso para consultor financeiro da Naer na construção do aeroporto da Ota, disse hoje à Lusa fonte da empresa.

A fonte da Naer escusou-se a confirmar se os documentos entregues pelos dois consórcios na segunda-feira à noite, último dia do prazo para reclamação depois da divulgação da classificação das propostas, visam contestar a decisão do júri, que terá de responder até ao próximo dia 5.

O BPI e o Citigroup foram classificados em primeiro lugar no processo de selecção dos consultores financeiros para construção do novo aeroporto da OTA, anunciou há uma semana o presidente da NAER, Guilhermino Rodrigues.

A NAER - Novo Aeroporto disse, em Setembro, ter recebido seis propostas ao concurso para escolha do consultor financeiro do projecto de desenvolvimento do aeroporto da Ota.

Apresentaram propostas os consórcios BPN/Paribas, Efisa/Rothschild, Banif/Credit Suisse e BPI/Citigroup e ainda a KPMG e Dresdner a título individual.

Antes do concurso, lançado no final de Julho, tinham sido convidadas a participar cerca de 38 entidades financeiras reconhecidas pelo governo português.

De acordo com Guilhermino Rodrigues, que falava numa conferência de imprensa nos terrenos do futuro aeroporto, a decisão fundamentou-se na "qualidade técnica" e "curriculum da equipa" do consórcio BPI/Citigroup.

O presidente da NAER - Novo Aeroporto adiantou à Lusa que o valor da adjudicação será estabelecido após negociações com o consórcio vencedor, em que serão definidos os trabalhos a realizar.

Em 1998, o concurso de consultoria financeiro - interrompido na sequência do "congelamento" do projecto da Ota - envolveu uma verba de 6,9 milhões de euros, adiantou.

O consultor financeiro terá como principais incumbências a elaboração do caderno de encargos do concurso de construção do novo aeroporto internacional de Lisboa e colaboração na avaliação da componente financeira das propostas recebidas.




Marketing Automation certified by E-GOI