Banca & Finanças Bankia vai indemnizar pequenos accionistas com juros

Bankia vai indemnizar pequenos accionistas com juros

Depois de o Tribunal Supremo ter dado razão aos pequenos accionistas, o banco decidiu resolver extrajudicialmente a questão e devolver o investimento. Estima poupar 400 milhões de euros.
Bankia vai indemnizar pequenos accionistas com juros
Paulo Zacarias Gomes 17 de fevereiro de 2016 às 10:43

O banco espanhol Bankia vai indemnizar, com juros, os pequenos accionistas que entraram em Julho de 2011 no capital da instituição, depois de uma decisão judicial ter confirmado que o prospecto da oferta pública de venda continha erros graves.


A garantia da devolução foi dada esta quarta-feira, 17 de Fevereiro, pelo presidente do banco, José Sevilla. Em comunicado, o responsável afirma que será devolvido na íntegra o valor devolvido ou a diferença entre o valor de compra e venda (no caso de as acções já terem sido vendidas) acrescido de juros de 1% por cada ano passado até ao momento da devolução.


O presidente do banco estima devolver o dinheiro investido a cada um dos accionistas lesados no prazo de 15 dias e que o valor provisionado para estas indemnizações – de 1.840 milhões de euros - permite devolver todo o montante. Em troca do reembolso, os investidores entregam as suas acções e desistem dos processos judiciais que tenham em curso contra a entidade.


A decisão do Bankia surge depois de, a 25 de Janeiro passado, o Tribunal Supremo espanhol ter dado razão aos pequenos accionistas do banco, confirmando a existência de "graves inexactidões" no prospecto da oferta pública de 2011.


Em Maio desse ano, o banco espanhol colocou 55% do capital em bolsa no âmbito de um aumento de capital, mas um ano depois, o Estado foi forçado a intervir e nacionalizou a maior parte do capital da instituição. Nos dias seguintes, o preço por acção caiu para metade do valor a que tinha entrado em bolsa.

O investimento dos accionistas na oferta pública de venda ascendeu a 1.855 milhões de euros, mas entretanto alguns venderam os seus títulos. A opção por uma solução extrajudicial deverá levar o banco a poupar 400 milhões de euros, estimou Sevilla.


As acções do Bankia reagem em alta de 4,58% para 0,799 euros às 10:35 em Madrid. Em Julho de 2011, quando o banco entrou em bolsa, valiam 3,75 euros.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI