Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Barclays revê em baixa o preço-alvo da EDP Renováveis em 6%

O Barclays reviu em baixa o preço-alvo da EDP Renováveis de 8,75 para 8,25 euros por acção, o que representa, ainda assim, um potencial de valorização de 19,6%.

Negócios negocios@negocios.pt 13 de Janeiro de 2010 às 13:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Barclays reviu em baixa o preço-alvo da EDP Renováveis de 8,75 para 8,25 euros por acção, o que representa, ainda assim, um potencial de valorização de 19,6%.

Numa nota de research, a equipa do Barclays para as energias renováveis europeias apresenta previsões para o sector em 2010, com alterações de recomendações e avaliações.

No caso da EDP Renováveis, a casa de investimento reduz o preço-alvo em 6% (de 8,75 para 8,25 euros), mantendo a recomendação de “overweight”.

Segundo a mesma fonte, o conselho de administração da EDPR sublinhou que é menos provável que a empresa aumente a sua cobertura de risco face à evolução dos preços para mais de 50% da sua produção.

Para além disso, enquanto o modelo de risco da empresa “tem historicamente assumido que a cobertura de risco face à evolução dos preços tende a acontecer apenas em Espanha, o conselho de administração sublinhou que poderá considerar uma aproximação semelhante nos EUA”.

No mercado norte-americano, a gestão da EDPR tem dito que “é menos provável que a empresa aumente a produção para mais de 600-700MW por ano”, afirma o Barclays.

A casa de investimento diz que há ainda outros factores chave para a empresa como o Brasil e Reino Unido, mas o conselho de admnistração epsera acelerar projectos nessas regisões apenas em 2013/14.

As acções da EDP Renováveis caem 0,38% para os 6,874 euros.
Ver comentários
Outras Notícias